sexta-feira, 1 de abril de 2011

Um assunto delicado...Há gente vendendo gato por lebre!

Costumo sempre experimentar os Macarons que estão sendo feitos aqui no Brasil. Em vários lugares de São Paulo e também do Rio de Janeiro pude perceber que muitas ( na verdade, a maioria!) das confeitarias que fazem o doce por aqui usam na sua receita a farinha de cajú ao invés da tradicional farinha de amêndoas (que no Brasil é importada).Para quem conhece os verdadeiros Macarons da receita parisiense, o sabor com essa substituição muda bastante, e a delicadeza do doce original fica bem prejudicada. Além doque a farinha de caju custa em média 1/4 do preço da de amêndoas (no atacado)! Nada contra substituições por ingredientes nacionais,muito que pelo contrário, mas acho que quem faz uso desse tipo de prática deveria pelo menos deixar claro para seus clientes (escrevendo no seu cardápio! ) que está fazendo essa substituição na receita original da iguaria, ou mudar o nome...Concordam?!

5 comentários:

kazaum disse...

Concordo plenamente !
Nada de comprar gato por lebre!
Moro no interior do interior do Brasil e hoje fiz uma peregrinação em busca da farinha de amendoas, parece que eu estava pedindo algo proibido!
AFFF!!!
Me explica por favore com é essa farinha pliss!
A moça da loja me disse pra precessar a amendoa será que dá certo?

Eduarda disse...

Bem vinda, seguidora nº1!
Eu compro a farinha mesmo, mas no atacado e direto da importadora (vem da França ou da Espanha), pois uso grandes quantidades.Mas para pequenas quantidades, se forem amêndoas em lascas vc terá melhor resultado (já vem descascadas e são bem sequinhas).Basta por no processador junto com o glaçucar bater bem e depois peneirar.Boa sorte!

Eduarda disse...

Veja aqui as amêndoas em lascas sendo processadas com o glaçucar:
http://adoromacarons.blogspot.com/2011/04/merengue-italiano-savoir-faire-e-vinho.html

Rafaela Panisset disse...

Assino embaixo!

Carol disse...

È VERDADE, MAS ACHO QUE OS MACARONS DAQUI JAMAIS SERÃO COMO OS DE PARIS, MAS A NACIONALIZAÇÃO NÃO IMPEDE QUE CRIEMOS VERSÕES TUPINIQUINS GOSTOSAS E DIVERSAS DO QUE COMEMOS NA FRANÇA. GOSTO DE DOS DA OPERA GANACHE, SÃO OS MELHORES QUE JÁ COMI EM TERMOS DE TEXTURA E SABOR E ELES TBÉM UTILIZAM FARINHA DE CAJU, MELHOR QUE OS DA DOUCE FRANCE OU DO ERICK JACQUIN, OS DA PATY PIVA TBÉM SÃO BONS.